Bike elétrica de alumínio reciclado: micromobilidade sustentável

Bike elétrica de alumínio reciclado: micromobilidade sustentável

Crédito: Vélosophy

Reportagem: Cadu Borsetti, Conteúdo Urbano

Definitivamente os veículos elétricos chegaram para ficar. E quando falamos de mobilidade urbana, logo pensamos neles, que estão cada vez mais comuns no dia a dia das ruas e das grandes cidades. Afinal, quem não se rende ao charme dos patinetes ou à praticidade das bicicletas elétricas.

Hoje, as opções de compartilhamento são diversas e, a cada dia, chegam players no mercado com novas soluções de transporte usando energia limpa. Ao mesmo tempo, existe um grupo de pessoas que ainda prefere ter seu próprio veículo. Porém, dependendo da frequência de uso, é bem mais vantajoso realizar uma compra do bem – bicicleta, patinete e moto elétricas.

Energia limpa + sustentabilidade?
Já imaginou juntar as duas coisas? Foi o que a startup suíça Vélosophy fez. Segundo a empresa, o quadro da bicicleta – batizada de Re:Cycle – é construído com alumínio reciclado. Isso só foi possível graças à parceria da startup com a Nespresso, que fornece a eles cápsulas usadas há dois anos.

Embora a Nespresso já faça um trabalho de reciclagem com as próprias cápsulas, a iniciativa da Vélosophy também é um excelente modo de ajudar a dar um destino sustentável ao alumínio descartado pela empresa.

O descarte de cápsulas é enorme!
De acordo com uma reportagem do jornal inglês The Guardian, em 2012, a Nespresso vendeu mais de 27 bilhões de cápsulas de alumínio. Boa parte foi reciclada. No site da marca, por meio do seu CEP ou seu endereço, é possível encontrar o ponto de coleta mais próximo. Atualmente, só no Brasil, são mais de 90 pontos. É possível também entregar as cápsulas usadas no momento em que você recebe um novo pedido.
E o pó do café?
Quando ele é separado do alumínio, pode ser usado, como fertilizante e energia renovável – biocombustível para ônibus. Já o alumínio, como sabemos, é infinitamente reciclável. Com ele, é possível fazer esquadrias, ferramentas, utensílios de cozinha, relógios e, como falamos nessa reportagem, quadro de bicicleta.

Além das bicicletas
A Vélosophy não é só uma marca de bicicletas, é um estilo de vida. Fundada em 2015, na Suécia, a empresa é a primeira fabricante de bikes do mundo que apoia jovens estudantes em países em desenvolvimento, doando uma bicicleta para cada Vélosophy vendida. Não é o máximo?

A Re:Cycle é o casamento perfeito entre design e sustentabilidade. Afinal, a marca acredita que produtos resultantes de reciclagem podem ser premium, do mesmo modo que a sustentabilidade pode ser elegante. E, definitivamente, o luxo possa ter impacto positivo no mundo.

O custo da sustentabilidade
O modelo da bicicleta é urbano para uso diário. Porém, sua produção é limitada. O preço é um pouco salgado, €1.290 – algo próximo de R$6.000 (sem os impostos). Mas, se você fizer uma conta simples, nem é tão caro. Afinal, você não paga IPVA, pedágio e outras coisas inerentes ao carro.
Detalhes que fazem a diferença
Tudo na bike é inspirado em café. Não apenas o quadro, feito a partir do alumínio reciclado das cápsulas. A cor roxa da bicicleta é por conta da cápsula do café Arpeggio, da Nespresso, que segundo o site da Vélosophy, é o favorito entre seus colaboradores. O sino do guidão teve suas curvas desenhada na forma da própria capsula. O cesto carvalho que equipa a bicicleta, possui dois suportes para que os ciclistas levem seu café no passeio também.

Especificações da Bicicleta:
Quadro: liga de alumínio 6061 feito com alumínio reciclado das cápsulas de Nespresso;

Cesto: madeira escandinava laminada;

Freios: freios a disco mecânico;

Cassete: Shimano Nexus 5-speed;

Trocador: Shimano 5-speed twist shifters;

Pneus: 42-622 (28×1.6″), tipo Continental Tour Ride;

Peso: 15 kg.

Para quem gosta de exclusividade, a Re:Cycle é um item de produção limitada, portando ao pedalar pelas ruas da cidade, você certamente irá chamar a atenção por onde passar.

Crédito: Nespresso

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.velosophy.cc.com
www.theguardian.com
www.nespresso.com

Como você descarta seu lixo reciclável?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0