ConturbCast – Carol Pires – Podcast ep. 10

ConturbCast – Carol Pires – Podcast ep. 10

Crédito: Conteúdo Urbano

As escolhas são suas. Não terceirize sua vida!

Com esse jeito decidido, a nossa convidada do 10º episódio do ConturbCast define os caminhos que segue. Não à toa, ela se tornou diretora de marketing de uma das maiores empresas brasileiras, a Lupo ainda jovem.

Carol Pires se livrou dos “mimimis” da vida logo cedo. Aos 15 anos, foi trabalhar em uma vídeo-locadora (é, isso já existiu!), mesmo contra a vontade dos pais, e se apaixonou por vendas e atendimento ao cliente, ou seja, pelo mercado de varejo.

Mas, calma. Você não precisa se identificar com a Carol para ouvir esse podcast, combinado? Porém, o bate-papo com ela pode elucidar coisas que parecem nebulosas na sua vida. Imediatamente, vem a pergunta que não quer calar: “Como?” Simples. Ouça e tire suas próprias conclusões.

Crédito: Conteúdo Urbano

Nada é fácil. Mas as dificuldades são mera questão de perspectiva

Como você pode perceber, Carol não é uma mulher de meias palavras. “Mais ou menos” não existe para ela. Então, pare de achar que a sua vida é pior e suas conquistas são menos importantes que as dos outros. Confie mais em você e assuma suas posições!

A diretora de marketing conta que, sendo mulher e jovem – ela chegou na Lupo aos 33 anos –, teve, sim, grandes desafios. O primeiro era ser líder por credibilidade e não por imposição. Só para você ter uma ideia, Carol comandava uma equipe essencialmente masculina e com pessoas que trabalhavam na empresa há 33 anos. Uma loucura! Nem por isso, a jovem se intimidou.

Ao contrário. Ela seguiu em frente porque escolheu aquele caminho. Por isso, ouça já a conversa com a Carol. Na pior das hipóteses, as palavras dessa mulher poderosa vão te dar coragem para trilhar o caminho que só você deseja. Afinal, as escolhas são suas!

As apostas são altas, principalmente quando a empresa não é sua

Trabalho com carteira assinada pode até dar uma ilusão de segurança, estabilidade. As decisões são tomadas com o aval de várias pessoas, ou seja, o bônus e o ônus são compartilhados. O medo de empreender é maior. Então, é melhor segurar esse emprego. Nem sempre.

Isso quer dizer que, mesmo dentro de uma empresa, você pode ser (e deve) ser empreendedor. Quem deseja crescer dentro de uma companhia, precisa saber que isso implica tomar decisões o tempo todo. Carol é dessas pessoas. Alcançou o cargo que ocupa hoje sabendo das complicações que teria (e ainda tem) pelo caminho.

Ou você acha que os projetos que ela propõe, as decisões que toma e os resultados que obtém são incríveis o tempo todo? Claro que não! O clichê “A vida é cheia de altos e baixos” precisa ser levado mais a sério.

Superar é uma virtude que se escolhe

Talvez seja mais fácil culpar o mundo pelos momentos malsucedidos que temos na vida. Mas, isso não é justo! Tudo o que nos envolve é fruto das escolhas que fazemos diariamente. Por isso, ouça a Carol. Tenho certeza que alguma coisa você vai aproveitar.

Principalmente, se as coisas não seguiram o curso que você tinha imaginado. Não é azar, não. Acredite. É só fazer o caminho inverso: o que você desconsiderou lá trás? Isso pode, certamente, ter influenciado sua vida pessoal e sua carreira. Mas sempre é tempo de corrigir a rota.

 Às vezes, falta coragem e dá preguiça de começar de novo. Mas vale à pena. Uma das coisas mais importantes é não viver no passado, sabe? O ser humano tende a se punir por erros que já foram esquecidos.

 Então, não culpe os outros. Encare as dificuldades com a cabeça erguida e siga, ou melhor, persiga seus sonhos. Mas só os seus. Aposto que a curva será ascendente a partir de agora.

 Depois de ouvir a nossa conversa com a Carol, conta para a gente o que mais mexeu com você. E, olha, é normal a gente pensar que se tivesse feito diferente, as coisas seriam melhores. Talvez.

Quer saber mais?

@conturbtrends
@lupooficial
www.lupo.com.br

Gostou do nosso bate-papo com a Carol?

Conta para a gente nos comentários abaixo.

 

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0