Coronavírus. Todos unidos por uma só causa: a saúde de Todos!

Coronavírus. Todos unidos por uma só causa: a saúde de Todos!

Crédito: Envato

A união que ajuda a salvar vidas

Grandes (e pequenas) empresas, no mundo inteiro, estão se mobilizando pela pandemia do coronavírus. Isso porque a escassez de equipamentos (máscaras, luvas, álcool em gel e respiradores, por exemplo), a falta de recursos financeiros, de condições sanitárias e de comida aumenta a cada dia, junto com o número de infectados e mortos pela Covid-19. O Conturb reuniu aqui, nessa reportagem, algumas das empresas que mais chamaram a atenção de nossa equipe, além de celebridades.

Lupo

Contribuição de respeito. A @lupooficial, uma das marcas mais conhecidas da indústria têxtil, está produzindo máscaras para proteger profissionais de saúde e pacientes da Santa Casa de Araraquara, cidade sede da empresa. A iniciativa foi da presidente, Liliana Aufiero, que ligou pessoalmente para a instituição e descobriu essa necessidade. Para isso, a Lupo desenvolveu equipamentos para fazer o plissado das máscaras para que elas se acomodassem no rosto de médicos e pacientes. Esta ação, que conta com o apoio de 40 funcionários da fábrica, vai beneficiar milhares de pessoas que utilizam o SUS (Sistema Único de Saúde) e, consequentemente, ajudar toda a sociedade no combate à pandemia do Coronavírus.

Ah, só para lembrar você, no ConturbCast, nosso podcast, a Carol Pires, diretora de marketing da Lupo, conta tudo sobre sua carreira e suas experiências na Lupo.

Caracol

Na Itália, a pandemia de Covid-19 está sendo devastadora. Mas os italianos também estão trabalhando para mudar o cenário. E as máscaras de proteção, fundamentais para evitar o contágio da doença, são de extrema necessidade. Por isso, a empresa italiana @caracol_am, referência em impressões 3D, se dedicou a desenvolver um produto visionário. Trata-se de uma máscara de proteção individual feita com um material polimérico hipoalergênico, com filtros substituíveis. O grande diferencial dessa máscara é que ela não precisa ser descartada antes de duas semanas. Ela pode ser desinfetada e reutilizada, com o filtro substituído diariamente. Isso garante um produto seguro e sustentável, já que a quantidade de máscaras comuns descartadas pode gerar um colapso ambiental.

Foram prototipadas mais de 100 unidades para que médicos que estão na linha de frente da pandemia do século pudessem testar e aprovar o uso. Para manter mais de 15 impressoras em atividade, a Caracol lançou uma campanha, a Go Fund Me, onde espera arrecadar 50 mil euros para continuar a produção de 5 mil kits (1 máscara + 10 filtros), que beneficiarão muitas instituições hospitalares na Itália. A iniciativa vai ajudar não somente no combate à doença, mas também manter em atividade várias empresas do segmento de tecnologia. Na página oficial da Caracol tem o link para contribuir com essa campanha visionária!

Grupo Natura&CO

O grupo Natura&CO (Avon, Natura, The Body Shop), em parceria com o Grupo São Martinho, deram início à uma campanha para processar e envazar 15 mil quilos de álcool em gel e 150 mil litros de álcool 70%, que serão doados à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e serem distribuídos gratuitamente em comunidades do estado. A fábrica da Avon ficará responsável pelo processamento e envase e a São Martinho fornecerá a matéria-prima. Além do álcool em gel, a ação da Natura&CO vai doar 100 mil barras de sabonete para os moradores de Paraisópolis, comunidade carente com 100 mil habitantes, localizada no extremo sul da capital paulista. Ações como essa ajudam no combate à pandemia, protegendo uma grande parcela da sociedade.

L’Oréal Brasil

A empresa começou a produzir 170 toneladas de álcool gel, em sua fábrica de São Paulo, para doar a hospitais públicos e comunidades. Além do álcool gel, a empresa também doará outros produtos de higiene e cuidado pessoal. Serão mais de 750 mil unidades de álcool gel e produtos. A iniciativa é parte do “Programa de Solidariedade Coronavírus”, do grupo L’Oréal na Europa e nas Américas. Além disso, as marcas La Roche-Posay e CeraVe vão doar produtos de hidratação, proteção e reparação da barreira cutânea para os profissionais de saúde que diariamente sentem na pele os efeitos do uso excessivo de máscaras e o ressecamento intenso da pele das mãos. A distribuição do álcool gel será realizada por meio de uma parceria entre a L’Oréal Brasil e a Sociedade Brasileira de Dermatologia, que mobilizou as Secretarias de Saúde dos estados mais afetados pela COVID-19 – Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Distrito Federal.

Os produtos de cuidado pessoal serão enviados diretamente para os Serviços de Dermatologia dos hospitais sobrecarregados para cheguem às mãos dos profissionais de saúde. Para as comunidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, as marcas L´Oréal Paris, Garnier, Niely, L´Oréal Professional e Redken vão doar álcool em gel e produtos, como xampu e condicionador. Como parte do movimento “Rio Contra Corona”, coordenado pelo Instituto Ekloos e outras entidades, e também com a ajuda das ONGs Redes da Maré, Casa Amarela e Casa do Menor, os itens serão distribuídos em comunidades do Complexo da Maré, Complexo do Alemão, Morro da Providência, Rocinha e Cidade de Deus. Em São Paulo, a parceria é com as ONGs Gol de Letra e Arca do Saber para distribuição nas comunidades Vila Prudente, Vila Albertina e Tucuruvi.

Grupo LVMH

A França também conta com uma parceria de peso no combate ao coronavírus. O grupo de marcas de luxo, LVMH, está produzindo álcool em gel para doar para as autoridades francesas de saúde. Essa iniciativa ajuda a minimizar o risco da falta de produto no país e contribui para que mais pessoas  adotem ações corretas para se proteger contra a propagação do vírus. O grupo irá manter o compromisso pelo tempo que for necessário. Uma curiosidade: o monograma da marca Louis Vuitton está impresso nos frascos de álcool. Isso porque a marca está usando toda a sua instalação produtiva de perfumaria e cosméticos (Parfums Christian Dior, Guerlain e Parfums Givenchy), na França, para produzir grandes quantidades de álcool gel.

Quer saber quem já doou e o quanto?

É muito gente precisando de ajuda nesse momento. Pacientes, famílias que estão sem recursos, hospitais e governos – municipais, estaduais e o federal. Está claro que, sem solidariedade e esforços de todos os lados, não conseguiremos sair desse caos. E muitos já fizeram sua parte. A Associação Brasileira de Captadores de Recursos, que reúne pessoas que buscam recursos para entidade filantrópicas, listou as empresas que já contribuíram para o combate ao coronavírus.
Confira:

  • 99 – R$ 4.000.000
  • Always – R$ 200.000
  • Ambev e Gerdau – R$ 10.000.000
  • Banco Safra – R$ 20.000.000
  • Boticário – R$ 500.000
  • BRF – R$ 50.000.000
  • BTG Pactual – R$ 50.000.000
  • BV – R$ 30.000.000
  • Burger King – R$ 1.000.000
  • Cacau Show – R$ 1.000.000
  • CBBM e FIEMG – R$ 5.500.000
  • Comunitas (vários doadores) – R$ 26.000.000 
  • Confederação Nacional da Agricultura – R$ 5.000.000
  • Governo do Estado de São Paulo (doações recebidas) – R$ 169.000.000
  • EDP – R$ 1.000.000
  • EMBRAPII – R$ 20.000.000
  • Familia Apoia Familia – R$ 3.000.000
  • Famílias Trajano e Garcia – R$ 10.000.000
  • Fundação Casas Bahia – R$ 1.000.000 
  • Fundação José Luiz Egydio Setúbal – R$ 1.000.000
  • Fundação Mapfre – R$ 16.000.000
  • Fundação Itau – R$ 150.000.000
  • Fundação Tide Setúbal – R$ 7.590.000
  • Grupo Brasal – R$ 2.000.000
  • Grupo Lunelli – R$ 4.250.000
  • Grupo Zaffari – R$ 10.000.000 
  • GT Building – R$ 200.000
  • iCS – Instituto Clima e Sociedade – R$ 80.000
  • iFood – R$ 50.000.000
  • Instituto Hidrovias – R$ 4.000.000
  • Instituto Lojas Renner – R$ 4.100.000
  • Kazzas – R$ 100.000
  • Leroy Merlin – R$ 60.000
  • Magazine Luiza – R$ 10.000.000
  • Marfrig – R$ 7.500.000
  • Mineirão e Dahw Brasil – R$ 240.000
  • Nubank – R$ 20.000.000
  • Rubens Menin – R$ 10.000.000

 

  • SESI-CE – R$ 1.000.000
  • Unilever – R$ 3.000.000
  • Vale – R$ 5.240.000
  • VLI – R$ 6.000.000
  • Votorantim – R$ 50.000.000
  • XP Investimentos – R$ 25.000.000
  • Xuxa Meneguel – R$ 1.000.000

 

E os famosos não deixaram por menos:

Xuxa Meneghel anunciou a doação de R$ 1 milhão para ao SUS (Sistema Único de Saúde); Justin Bieber ajudou a ONG chinesa Beijing Chunmiao Children Aid Foundation, voltada para o proteção de crianças; o sul-coreano Bong Joon-ho, diretor de Parasita, e o rapper Suga, da banda coreana BTS, doaram o equivalente a R$ 840 mil cada um para a Hope Bridge – Associação Nacional de Ajuda em Desastres da Coreia do Sul -, principal frente no combate ao vírus no país. Kang Daniel e o grupo Red Velvet também fizeram doações para instituições da Coreia do Sul;

Rihanna, uma das fundadoras da ONG Clara Lionel Foundation, fez uma doação de US$ 5 milhões (R$ 25,6 milhões) para iniciativas de combate à Covid-19; Ryan Reynolds e Blake Lively doaram US 1 milhão para serem divididos entre a Feeding America e o Food Banks Canadá, que se dedicam à distribuição de comida e a cuidados para pessoas carentes; a blogueira de moda italiana Chiara Ferragni e seu marido, o rapper Fedez, doaram 100 mil euros para o hospital San Raffaele, em Milão, a área mais atingida na Itália; Donatella Versace, estilista de moda italiana, e sua filha doaram 200 mil euros ao mesmo hospital; Giorgio Armani, estilista italiano, doou 1,25 milhão de euros para a Agência de Proteção Civil da Itália e hospitais do país.

 

 

 

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.lupo.com.br
www.uol.com.br
https://canaltech.com.br
www.correiobraziliense.com.br
www.loreal.com.br
https://captadores.org.br/
www.caracol-am.com
www.lvmh.com
https://naturaeco.com

Você já ajudou alguma instituição ou alguém desde que a pandemia começou?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0