Amazon Kindle – livro digital: uma releitura da leitura

Amazon Kindle – livro digital: uma releitura da leitura

Crédito: TechTudo

Primeiramente, quero deixar claro que livro nunca foi objeto de desejo para mim e que o Kindle mudou meu jeito de ler. Aliás, antes dele, eu quase não lia. Talvez seja pelo tamanho e pela leveza do gadget. Ele é bem fininho e mais leve que os livros convencionais. Além disso, vem com a tecnologia e-paper – papel eletrônico -, ou seja, um tipo de impressão eletrônica que simula a textura de tinta em papel.

Inovação
Desenvolvido pela gigante Amazon, em 2007, o leitor digital de livros já está na décima geração. Isso mesmo, o Kindle foi modernizado ao longo do tempo. Frequentemente, isso acontece com todo gadget que passa do status de “modinha” para algo necessário – ou perto disso. Adorado por muitos e, às vezes, rejeitado por tradicionalistas que adoram o toque do papel, ele ainda gera “discussões” – até mesmo entre nós, do ConturbTrends.

Pois é. Somos uma equipe heterogênea que se completa. Imagine só se todos aqui tivessem a mesma opinião sobre tudo. Você nunca pararia para ler nossas matérias. Seria chato demais!

Para você entender minha relação com o aparelho, listei aqui algumas vantagens que cabem no bolso (literalmente):

– Pequeno – cabe no bolso de uma calça jeans;

– Leve – chega a pesar 174 g;

– Autonomia de bateria de 10 dias (com o uso de até 2 horas e meia por dia).

– Memória de até 4GB para armazenar seus livros;

– Permite baixar livros diretamente dele;

– Tem uma versão à prova d’água;

– Dá para marcar texto;

–  Tecnologia Paperwhite – luz embutida que direciona a iluminação para a superfície da tela, diferente de tablets, que emitem luz em direção aos olhos;

– Permite buscar palavras no dicionário;

– É compatível com redes Wi-Fi e Hotspots;

– É possível traduzir textos, entre outras novidades.

Inseparável
Se eu puxar pela memória, consigo lembrar de quantas vezes carreguei o Kindle comigo, desde que ganhei de presente de Natal de um amigo. Com ele, passei a ler um livro por mês. É tão compacto, que levo até em jogos de futebol para ir lendo durante o trajeto –  de trem, metrô ou Uber. Logo, quem aí arruma sempre uma desculpa para não ler, deveria testar o gadget.

Custo benefício
Ao mesmo tempo que o aparelho traz toda essa modernidade, ele tem um preço, é claro! Na Amazon.com, essa belezinha custa entre R$ 349 e R$ 1.149. Mas se você é daqueles que lê mais de um livro por mês, vale à pena investir. E, cá entre nós, não precisa ser a versão “Ferrari”, basta que ele atenda às suas expectativas. Além de comprar livros, você pode ler outros gratuitamente.

Um e-commerce que só cresce
De acordo com um estudo do Perfil do E-commerce Brasileiro, em 2018, por meio de uma parceria entre PayPal e BigData Corp, o crescimento desse segmento de vendas foi de 40%. Além disso, o número de lojas on-line cresceu 37,59%. Simultaneamente, a venda de livros nas livrarias físicas vem diminuindo gradativamente. Ano passado, segundo uma pesquisa da Produção e Venda do Setor Editorial Brasileiro, a queda real do setor foi de 10,1%.

O fato é que, definitivamente, o mundo mudou, evoluiu. E não dá para negar que os equipamentos que temos hoje, como celulares, notebooks extra-slim, tablets e o próprio Kindle revolucionaram nossas vidas. Tudo ficou mais portátil, leve e milhões de vezes mais fácil de usar. Algum dia, você imaginou que leria uma espécie de livro eletrônico em qualquer lugar do mundo? No meio de um deserto ou no alto de uma montanha?

Pois é. É de tecnologia que estamos falando. Ela não é um bicho de sete cabeças e está em praticamente tudo. O que muda é a forma com que as pessoas aplicam as inovações que surgem a cada dia.

E aí, curtiu a ideia do Kindle? Se você tem aquela preguiça de ler, experimente essa releitura. Quem sabe não vira um devorador de livros?

Crédito: Tecnoblog/text]


Clique aqui para comprar o seu Kindle no site oficial da Amazon Brasil

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.amazon.com
www.kalunga.com.br
www.terra.com.br
www.tecnoblog.net

Quais livros você leu nos últimos meses?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0