Mergulho gelado

Mergulho gelado

Crédito: RedBull

Só de pensar em tomar banho de água gelada, dá calafrios, né? Para russos, alemães, suecos, noruegueses, dinamarqueses e outros europeus que moram em lugares extremamente frios, isso é rotina.
Eles adoram fazer buracos no gelo para mergulhar ou nadar em lagos congelantes. E não é que isso faz bem para a saúde? Especialistas recomendam água gelada e gelo para tratar problemas, como fraturas, edemas, lombalgia, artrose, osteofitose (bico de papagaio), entre outros.
“Gelo é um anti-inflamatório natural e eficaz”, diz a fisioterapeuta Ana Virgínia Santiago, do Ceará. Ela contou para a nossa equipe que ele faz uma vasoconstrição, ou seja, diminui a circulação sanguínea no local afetado e, consequentemente, o edema. Além de aliviar a dor.
E, para você não entrar numa fria, Ana Virgínia dá dicas de como usá-lo em seu favor:
– no início do tratamento (fase aguda do problema), aplique de 3 a 4 vezes ao dia por apenas 20 minutos – tempo suficiente para fazer efeito;
– proteja a pele com um pano ou uma toalha para não queimá-la;
– Não aplique em locais feridos;
– Pessoas com sensibilidade ao frio, não devem utilizar esse método.
A fisioterapeuta fala também da crioterapia desportiva – nome desse tipo de tratamento –aplicada à esportistas. É a famosa banheira de gelo com água. “O método oxigena e relaxa os músculos, e ajuda a evitar lesões”, explica Ana Virgínia. Ela diz que esse banho de imersão reduz a fadiga em atletas de alta performance que ficam, geralmente, imersos por 10 minutos.
Mesmo no inverno, banho frio, segundo a especialista, é revigorante. “A água gelada quando entra em contato com a pele, faz com que os vasos sanguíneos superficiais se contraiam e o sangue vá para o centro do corpo para conservar o calor”, detalha Ana Virgínia. A fisioterapeuta revela que esse movimento nutre e oxigena os órgãos internos.
A seguir, você vai ouvir um podcast que propõe um desafio gelado.
 

Crédito: Jim Kwik

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.banheiradegelo.redbull.com.br
www.geloparaesportistas.com

E aí, vai encarar um “bainho” gelado?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 1