Morph V1 – uma experiência interativa de design

Morph V1 – uma experiência interativa de design

Crédito: MindBuffer

Imagine uma ferramenta capaz de testar os movimentos abstratos de máquinas e gestos para provocar interação. Pois, é. Isso existe! O MORPH V1 é um protótipo interativo projetado como uma instalação de arte para inspirar um futuro de interação
digital tangível.

Você já parou para pensar que tudo é design? Calma. Não estamos discutindo beleza, apenas formas. Assim como os grandes projetos arquitetônicos, simples objetos que
estão na sua mesa de trabalho passaram por um processo criativo até
aterrissarem na sua vida.

Equipe de curiosos
Não à toa, o mundo digital também reserva suas peculiaridades nesse quesito. E os resultados podem ir além da nossa admiração e do suposto “bom gosto” que nos torna consumidores de design.

A equipe do ConturbTrends, como já dissemos, é bastante heterogênea. Em outras palavras, a pluralidade da galera mostra o quanto gostos e preferências são diferentes e podem se completar.

Ao mesmo tempo que somos divergentes, temos uma coisa incomum: a curiosidade. Sim! Você já deve ter reparado que nossa inspiração diária está nas coisas mais inusitadas que escrevemos por aqui.

Um experiência linda!
Por isso, trouxemos o MORPH V1 para você. A ideia dele parece complicada, né? Ao mesmo tempo, é possível entender a proposta do Estúdio MindBuffer. Com sedes em Berlim, na Alemanha, e em Melbourne, na Austrália, o estúdio foi fundado em 2010 por Joshua Batty e Mitchell Nordine, e hoje conta também com Tom Gowan. Nesse espaço, eles desenvolvem projetos extremamente inusitados. Provocativos mesmo.

Depois, falamos mais sobre o conceito de projeto que o MindBuffer desenvolve para seus clientes. O fato é que o MORPH V1 é uma instalação interativa modular e cinética que ultrapassa os pixels bidimensionais e incorpora informações tridimensionais.

Isso porque os seres humanos possuem sistemas sensoriais altamente complexos e destreza avançada. Porém, as interações digitais tradicionais privilegiam a visão e deixam a experiência tátil de lado.

Consequentemente, acabamos perdendo o contato real para o visual que, muitas vezes, é toda a nossa percepção em uma instalação como essa. Em outras palavras, a maioria das coisas que olhamos, não tocamos.

Decoração tecnológica
Definitivamente, esse projeto é disruptivo. Na realidade, ele é um objeto de pesquisa que busca as futuras forma e função de interações digitais entre nós e a tecnologia. Apesar de ser um experimento, o MORPH V1 é lindo!

Pensa nesta peça no lugar da luminária na sua sala de jantar ou apoiada naquela mesa lateral? A decoração agradece uma pitada de tecnologia, né?! Composto por 155 módulos de atuadores (elementos que produzem movimento, atendendo a comandos que podem ser manuais, eléctricos ou mecânicos), é sensível ao toque e iluminado, conectado por uma superfície flexível e expansível.

O que você pode chamar de instalação ou escultura, é o primeiro de uma série de testes tangíveis de mídia baseados em uma estrutura totalmente modular e flexível que permite rápida expansão e experimentação com forma e função.

Para matar sua curiosidade, no vídeo abaixo, você consegue ter um pouco da percepção do que o MORPH V1 é na prática. Assista e conte para a gente o que achou da experiência.

Sobre o Estúdio
Especializado em instalações de arte interativa imersiva, o MindBuffer é um estúdio premiado de pesquisa audiovisual e design digital. Multidisciplinares, eles fazem uma combinação de arte com tecnologia. Isso inclui o desenvolvimento de software, composição de música e design de som, design de interação, iluminação, visuais e design industrial.

Na verdade, eles são uma equipe especializada na criação de experiências interativas para museus e instituições culturais, marcas corporativas e agências de publicidade. Entre os serviços que oferecem aos seus clientes estão Design de Museus e Exposições, Instalações de Arte Interativa, Mapeamento de Projeção Arquitetônica, Design de Sistemas Audiovisuais, Consultoria e Assessoria Técnica.

Créditos:
Conceito: AUGMENTL
Desenho Industrial e Eletrônico: AUGMENTL
Produção de Vídeo: Joshua Batty
Design de Som: Mitchell Nordine
Desenvolvimento de Software: MindBuffer & Nicholas Perillo

Assista ao vídeo:

Crédito: MindBuffer

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.mindbuffer.net/morph
www.digitalambiance.com
www.core77.com

Quais as formas de interação com arte e design que você já experimentou?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0