Preto, branco e cinza – cores em equilíbrio e harmonia

Preto, branco e cinza – cores em equilíbrio e harmonia

Crédito: Arthur Maringoni

Conceito: Nana Bulgareli

A inspiração para esse editorial foram as cores preta, branca e cinza. A ideia era trabalharmos pontos extremos, como o preto e o branco. E, para alcançarmos o equilíbrio, trouxemos o cinza. Isso porque esses tons podem ser considerados curingas da moda, da decoração e do design em geral.

Características distintas

A cor branca é a junção das outras, ou seja, se unirmos todas elas, conseguimos extrair a luminosidade delas no branco.

A preta é o contrário. Nela, temos a ausência de cores. Isso significa que quando não temos tom nenhum, o resultado é o “pretinho básico”.

Como tudo tem um “meio termo”, incluímos a cor cinza nesse ensaio. Esse tom é, literalmente, a mistura das duas extremidades – preto e branco.

Básicos, clássicos e minimalistas

Presentes no dia a dia da maioria das pessoas, os tons neutros, ditos básicos, fazem a cabeça, principalmente, de quem valoriza a simplicidade. Isso porque é difícil encontrar alguém que não tenha ao menos uma peça preta, branca ou cinza no guarda-roupa.

E esses tons não se restringem à roupas, calçados e acessórios. Eles estão presentes na decoração, na arquitetura, em produtos para pets e até em utensílios de cozinha. Mas você sabe como essa onda de preto, branco e cinza começou, de fato?

Era uma vez na França…

Na década de 1930, a famosa e revolucionária estilista Coco Chanel começou a misturar esses tons nas peças que fazia. Daí surgiram os sapatos e sapatilhas bicolores e combinações de saia e blusa e até vestidos que traziam as cores. Naquela época, Chanel foi considerada ousada e fã do minimalismo.

A partir daí, a decoração e o design passaram a adotar esse padrão na França justamente pela atmosfera “clean” da combinação das três cores. Consequentemente, o mundo todo aderiu.

Roqueiros e punks

Apesar da influência que madame Chanel tinha (e ainda tem) no universo da moda, preto, branco e cinza não são cores de domínio fashion. Roqueiros e punks, por exemplo, não abrem mão desses tons. Para eles, usar roupas escuras com pitadas de branco é uma forma de chocar a sociedade e criar uma nova forma de se posicionar diante da mesma. Afinal, essa galera usa as cores de extremo e meio termo.

Mas bem que os chamados de “revoltados” por pais e avós fazem o maior sucesso usando essas cores. Não à toa, é possível ver pelas ruas pessoas usando camisetas pretas, brancas e cinzas estampadas com grandes bandas do cenário rock n’ roll.

Um pouco de preto na literatura

Essa cor também era a favorita de jovens que viveram em meados do século XIX. Isso mesmo. Nessa época, surgiu uma subcultura da contracultura. Eles eram os chamados Dândis. Para quem não conhece, essas pessoas eram influenciadas pelos poemas soturnos de Lord Byron.

E quem era ele? George Gordon Noel Byron, o Lord Byron, nasceu em Londres, Inglaterra, no dia 22 de janeiro de 1788. Ele foi um grande representante do romantismo inglês.

Outro grande influenciador das vestimentas desses jovens foi Edgar Allan Poe. Ele escrevia contos de terror horripilantes. Motivados pelas palavras desses grandes escritores, além de vestir preto, essas pessoas frequentavam cemitérios e, entre outras coisas, defendiam o fim da monarquia.

Como se tudo derretesse

Nós, do ConturbTrends, acreditamos que tudo é inspiração. Consequentemente, buscar referências é uma das principais atividades de nossa equipe. Assim, depois de muita pesquisa, chegamos aos três looks que você vê nesse ensaio. A ideia de derrubar as tintas na cabeça das modelos dá uma impressão de que tudo vai derreter e se transformar, como preto e branco facilmente se tornam cinza.

Veja detalhes das fotos:

TINTA_03_ART5575TINTA_02B_ART5464TINTA_01B_ART5532

Crédito: Arthur Maringoni

Conheça os profissionais que fizeram esse editorial:

Fotógrafo
www.instagram.com/arthurmaringoni
www.arthurmaringoni.com

Make
Gabrise Fiordelisio

Modelo
Bárbara Loureiro

Stylist/ produtora/ produtora executiva
Nana Bulgareli

Qual dessas cores representa você?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 1