Quando a beleza cruza o limite da saúde

Quando a beleza cruza o limite da saúde

Crédito: Jean Sobrinho

Pele radiante, clara e luminosa. Esse é o desejo de muitas mulheres, como as africanas e as asiáticas, que investem pesado em tratamentos clareadores. Mas isso está virando um pesadelo e causando sérios problemas de saúde.

Segundo cientistas da Fundação Britânica da Pele, na Inglaterra, muito desses produtos contêm mercúrio que pode causar ansiedade, depressão, danos aos rins, manchas ou descoloração na pele, cicatrizes e redução da resistência a bactérias ou fungos.

Como clareamento de pele é muito comum no Brasil, o ConturbTrends conversou com Ana Garcia, dermatologista da clínica Carla Vidal, em São Paulo, e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, para entender como isso funciona por aqui.

“Se os produtos forem usados sem critério, podem causar algum tipo de dano na pele, como o escurecimento e aumento das manchas, e despigmentação – manchas brancas no meio das escuras”, esclarece a médica. Ela ressalta que nesse tipo de tratamento o protetor solar é essencial.

Como todo mundo sabe, no Brasil, é a ANVISA que regulamenta o uso de cosméticos. Ana Garcia alerta que o uso de substâncias não autorizadas podem, eventualmente, ter absorção sistêmica e produzirem efeitos tóxicos para o organismo.

“É preciso ter muito cuidado com tratamento rápidos e milagrosos porque o risco de efeito rebote e posterior piora da mancha são altos. Além disso, cicatrizes e despigmentações irregulares podem aparecer”, explica.

Crédito: Ada Tina Italy

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.g1.globo.com
www.boaforma.abril.com.br
www.folha.com.br
www.britishskinfoundation.org.uk

Que tratamentos de pele você costuma fazer?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 1