Uma viagem para pensar

Uma viagem para pensar

Crédito: acervo pessoal

Em 2016, Nana Bulgareli, 29 anos, decidiu mudar sua vida. Em um tour de férias pela Índia, Camboja, Indonésia e outros países da Ásia, teve tempo para avaliar a carreira e o que queria da vida. “Eu trabalhava no mundo corporativo há nove anos e ocupava um cargo importante”, conta. Mas aquilo não fazia mais sentido e ela não era feliz.

Nana decidiu, então, deixar a empresa e se dedicar a outros projetos – primeiro com a irmã, que é chef de cozinha, depois, com o ex-namorado, em uma marca de moda. Só que, no final das contas, percebeu que não estava fazendo algo para si mesma.

61f1410b-dca7-4c8c-9509-a309865efe65

Ali, ela entrou definitivamente em seu ano sabático. “Eu sempre digo que foi o período mais difícil da minha vida. Passei pelo processo de me reencontrar como ser humano, buscando coisas do meu interesse – esporte, espiritualidade, trabalho, amizades, família –,e, a cada dia, fui me conhecendo mais”, revela.

Ela entendeu que quando realmente nos conhecemos – corpo, mente e espirito –, conseguimos encaixar trabalho e lazer de uma forma natural na vida, sem sofrimento. “Aprendi que a vida é um equilíbrio e que nós somos responsáveis por isso”, enfatiza.

WhatsApp Image 2019-07-23 at 1.04.09 PM

Se for preciso, Nana avisa que faria tudo de novo para se reencontrar e poder ter uma vida realmente bem vivida. “Obviamente, com mais felicidade, sem excluir as responsabilidades”, conclui.

Nana Bulgareli é estilista, stylist, produtora de moda (@nanabulgareli) e uma pessoa muito feliz (@nataliabulgareli).

Conheça também a história de Vivi Noda. Ela descobriu, durante um ano sabático, que o mundo poderia ser um lugar muito melhor.

Quer saber mais? Clica nestes links:
www.conturbtrends.com
www.folha.com.br
www.exame.abril.com.br

O que você mudaria na sua vida durante um período sabático?
Conta para a gente nos comentários aqui embaixo.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 1